Uíge: Polícia Nacional regista 1.667 crimes na província

Delegado provincial do Interior, Leitão Ribeiro (Foto: Domingos Nicolau/Arquivo)
Delegado provincial do Interior, Leitão Ribeiro (Foto: Domingos Nicolau/Arquivo)
Delegado provincial do Interior, Leitão Ribeiro (Foto: Domingos Nicolau/Arquivo)

Mil 667 crimes, dos quais mil 512 esclarecidos, foram registados nos primeiros cinco meses deste ano pela Polícia Nacional, informou segunda-feira, o delegado provincial do Interior, comissário Leitão Ribeiro.

O oficial intervinha durante o acto provincial das comemorações do 36º aniversário do Ministério do Interior, não tendo apresentado dados comparativos com igual período anterior.

Adiantou terem sido detidos 1.428 cidadãos e desmantelados quatro grupos da marginais, composto por 23 elementos que se dedicavam a prática de furtos, roubos e assaltos a mão armada nos bairros periféricos das sedes municipais do Uíge, Negage, Bungo, Damba e Maquela do Zombo.

Como disse, a acção dos efectivos permitiu a recuperação de 60 viaturas 419 motos, 20 cabeças de gabo caprino e bovino, 12 televisores, 35 telemóveis, 179 armas de fogo e 2.120 quilos de liamba.

No domínio penitenciário, informou, registou-se a entrada de 1.287 reclusos, dos quais 557 condenados e 730 detidos.

O comissário António Leitão Ribeiro fez saber na ocasião, que no domínio do Serviço de Protecção Civil e Bombeiros, interviram nos locais onde a chuva destruiu 687 residências, duas escolas e oito igrejas, deixando 2.977 famílias ao relento, assim como em 163 incêndios, que causaram 14 mortes e 12 feridos.

Participaram no acto, membros dos conselhos de direcção dos diversos órgãos da delegação do Interior, do governo provincial, representantes de igrejas, partidos políticos e autoridades tradicionais. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA