UEA disponibiliza escritos angolanos a Universidade de Verão do Instituto de Literatura-Mundo

(D.R)

A União dos Escritores Angolanos (UEA) disponibiliza aos alunos da Universidade de Verão do Instituto de Literatura-Mundo um conjunto de obras de autores angolanos traduzidas em inglês, francês, alemão e italiano, anunciou nesta quinta-feira, em Luanda, o secretário-geral da instituição, Carmo Neto.

(D.R)
(D.R)

Falando à Angop via e-mail, Carmo Neto afirmou que a iniciativa, que arrancou no passado dia 22 de Junho, insere-se na estratégia da UEA para a internacionalização da cultura e literatura angolana.

A iniciativa está a ter lugar no Centro de Estudos Comparatistas (CEC) da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa(FLUL), no âmbito do projecto Literatura  Mundo dirigido pela professora Helena Buescu.

Carmo Neto adiantou que a oferta de centenas de títulos pela UEA nesta 5ª sessão anual da Universidade de Verão do Instituto de Literatura-Mundo organizada pelo CEC em parceria com a Universidade de Harvard reveste-se de especial importância na internacionalização da literatura, sobretudo pelo facto de permitir, aos 160  alunos inscritos na universidade sazonal e aos 30  académicos trabalharem em rede e entrarem em contacto ou aprofundarem alguns dos mais importantes autores de Angola durante as quatro semanas em que decorrem os dois seminários que compõem o curso.

Para o efeito estão disponíveis obras de Amélia Dalomba, Isabel Ferreira, Sónia Gomes, António Gonçalves, Zetho Gonçalves, Agostinho Neto, Carmo Neto, Roderick Nehone, Tazuary Nkeita, Décio Mateus, João Melo, José Luís Mendonça, Arnaldo Santos, António Fonseca, Benúdia, Boaventura Cardoso, Costa Andrade, entre outros.

A UEA é uma instituição quadragenário, proclamada a 10 de Dezembro de 1975, tendo como primeiro presidente e membro fundador o poeta e nacionalista angolano Agostinho Neto, e primeiro secretário-geral e membro fundador o escritor e contista conterrâneo Luandino Vieira.

A instituição tem como objecto  promover e divulgar a cultura angolana dentro e fora do país através da edição e publicação de obras literárias. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA