Programa IRC: PS não baixa taxa mas mantém reformas acordadas

(D.R)

No que ao IRC diz respeito, António Costa deverá manter muitas das ideias do tempo de António José Seguro.

(D.R)
(D.R)

O PS não quer baixar já a taxa de IRC, que este ano se encontra nos 21%. Ainda assim, Costa deverá manter o que os socialistas já tinham acordado com o Governo em 2013.

Escreve o Diário Económico que no programa eleitoral aprovado sábado, o PS deixou em ‘stand-by’ a descida do IRC. Em 2013, os socialistas, na altura sob a liderança de Seguro, deram o aval à reforma que prevê uma continuação na redução do IRC, até chegar a um valor entre os 17% e os 19%.

É esta parte da reforma acordada que fica de fora do programa que os socialistas vão levar às urnas nas legislativas. Ainda assim, apesar de críticas da maioria, que considera que o PS estaria a quebrar um acordo feito no Parlamento, a reforma do IRC, que era mais alarada, é para manter.

Entre o acordado que continua a integrar o programa, inclui-se a sobretaxa para grandes empresas mas também o novo regime de reporte de prejuízos. (noticiasaominuto.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA