Professores do privado em situação precária com recibos verdes

(D.R)

Muitos dos docentes estão a ser pagos à hora, por um valor que nem sequer ultrapassa os cinco euros.

(D.R)
(D.R)

Os professores das universidades privadas e politécnicos estão a viver uma realidade precária. Mais de 75% dos docentes não tem vínculo estável e dois terços trabalha a recibo verde.

Os dados são da Direção-Geral de Estatísticas da Educação e Ciência (DGEEC) e dando conta de que a maioria dos professores é pago à hora por valores que por vezes não chegam aos cinco euros.

O jornal Público sabe que cerca de metade dos 8.783 professores do Ensino Superior privado está a tempo parcial. Em relação aos vínculos laborais, mais de 60% dos docentes estão em regime de prestação de serviços. A estes junta-se mais 1.333 com contratos de trabalho a termo certo, o que eleva para 75,5% a percentagem de docentes do privado com vínculo precário.

Olhando para os professores do ensino público, o caso é completamente diferente. Apenas 241 docentes (menos de 1% do total) encontra-se nesta situação. (noticiasaominuto.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA