Preço do táxi deveria aumentar apenas para 111,325 Kz

(Foto: D.R.)
(Foto: D.R.)
(Foto: D.R.)

Fórmula que está em vigor para a fixação das tarifas de táxi indica que custo do gasóleo pesa menos de 13% no valor a cobrar ao consumidor. Governo garante que não aprovou aumentos, taxistas dizem-se enganados.

A tarifa de táxi ‘deveria’ aumentar apenas para 111,325 Kz, segundo cálculos do Expansão, se fosse aplicada a fórmula que está em vigor para a fixação do preço deste serviço ao consumidor e tida exclusivamente em conta a subida do preço do gasóleo verificada desde 2014.

O cálculo da tarifa do transporte colectivo de passageiros está regulado por um decreto executivo conjunto dos ministérios das Finanças e dos Transportes, publicada em Diário da República dia 22 de Dezembro do ano passado. Este diploma explica que factores – e com que peso – devem ser ponderados na determinação da tarifa e apresenta uma fórmula para o efeito.

O combustível, indica o diploma (ver tabela em baixo), pesa pouco menos de 13% no valor final do preço a cobrar ao cliente. Segundo os cálculos do Expansão, tendo em conta este peso e o facto de a esmagadora maioria dos candongueiros utilizar gasóleo – cujo preço subiu 87,5% desde que se iniciaram os aumentos, em 2014, a tarifa deveria ser fixada em 111, 325 Kz, mantendo-se todos os outros factores constantes.

A tarifa de táxi ‘deveria’ aumentar apenas para 111,325 Kz, segundo cálculos do Expansão, se fosse aplicada a fórmula que está em vigor para a fixação do preço deste serviço ao consumidor e tida exclusivamente em conta a subida do preço do gasóleo verificada desde 2014.

O cálculo da tarifa do transporte colectivo de passageiros está regulado por um decreto executivo conjunto dos ministérios das Finanças e dos Transportes, publicada em Diário da República dia 22 de Dezembro do ano passado. Este diploma explica que factores – e com que peso – devem ser ponderados na determinação da tarifa e apresenta uma fórmula para o efeito.

O combustível, indica o diploma (ver tabela em baixo), pesa pouco menos de 13% no valor final do preço a cobrar ao cliente. Segundo os cálculos do Expansão, tendo em conta este peso e o facto de a esmagadora maioria dos candongueiros utilizar gasóleo – cujo preço subiu 87,5% desde que se iniciaram os aumentos, em 2014, a tarifa deveria ser fixada em 111, 325 Kz, mantendo-se todos os outros factores constantes. (expansao.ao)

Por: André Samuel

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA