Portugal: Ministros da Energia da CPLP querem desenvolvimento sustentável no sector

CPLP (ipressglobal.com)
CPLP (ipressglobal.com)
CPLP (ipressglobal.com)

Os ministros da Energia da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) defenderam terça-feira, em Lisboa, o incentivo do desenvolvimento do sector “de forma sustentável e inclusiva, visando melhorar a segurança energética e garantir o acesso a um nível mínimo de serviços de energia sustentável nas zonas rurais e urbanas”.

Reunidos na primeira reunião de ministros da Energia da CPLP, decidiram ainda “promover parcerias e investimentos na área energética, entre agentes institucionais e económicos da CPLP” e “identificar áreas prioritárias para uma estratégia de cooperação, a fim de contribuir para a diversificação da matriz energética e a redução das emissões de gases com efeito de estufa”.

Os ministros da Energia da CPLP pretendem também incentivar o investimento na inovação e na promoção de soluções potenciadoras da eficiência energética e das energias renováveis, tendo em linha de conta a importância de se reduzir o custo da energia.

Pretendem envidar esforços no sentido da institucionalização de uma rede de pontos focais nacionais de energia com o objectivo de promover a troca de informação entre os Estados-membros, dando a conhecer as posições nacionais sobre as matérias em discussão.

São ainda pretensão dos ministros, “fomentar a cooperação entre as instituições de investigação e de ensino no domínio da energia, tendo em vista melhorar a capacidade e o conhecimento existente, nomeadamente nos países com menor nível de rendimento médio”.

Reiteraram o compromisso da CPLP com a iniciativa “Energia Sustentável para Todos” e cooperar para o cumprimento dos objectivos definidos em termos de acesso universal à energia, de energias renováveis e eficiência energética.

Durante o encontro, salientaram a Energia como bem essencial para o desenvolvimento humano e económico, “cientes do papel estratégico que a Energia – nas suas diferentes manifestações – desempenha no processo de desenvolvimento dos Estados-membros da CPLP e na sua afirmação à escala global”.

Na Reunião, Angola fez-se presente com uma delegação chefiada pelo presidente do Conselho de Administração da Empresa Nacional de Distribuição de Electricidade (ENDE), Francisco de Sousa Talino, em representação do ministro da Energia e Águas de Angola,

A primeira reunião de ministros da Energia da CPLP realizou-se na véspera da Conferência de Energia para o Desenvolvimento da CPLP, a ter lugar nos dias 24 e 25 de Junho, em Lisboa, onde Angola será também representada pelo presidente do Instituto Regulador do Sector Eléctrico (Irse), Luís Mourão, que vai apresentar o tema “Políticas Nacionais de Electrificação Rural”.

Participarão do evento os ministros portugueses de Estado e dos Negócios Estrangeiros, Rui Machete e do Ambiente, Ordenamento do Território e Energia, Jorge Moreira da Silva, a Guiné-Bissau com o ministro da Energia e Indústria, Florentino Mendes Pereira, para além do titular da pasta de Energia da Guiné Equatorial, Fidel Marcos Eyang.

Do Timor Leste estará o ministro do Petróleo e dos Recursos Minerais, Alfredo Pires, o secretário de Estado de Energia de Portugal, Artur Trindade e o secretário executivo da CPLP, Murade Murargy.

Estarão em debate temas “políticas energéticas para o século XXI”, “hidrocarbonetos – Petróleo e Gás”, “energias renováveis nos países da CPLP”, “o terceiro sector e a academia”, bem como “sustentabilidade energética na agenda para o desenvolvimento”, entre outros. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA