Portal online vai simplificar procedimento de processos da administração pública – diz ministro

JOSÉ CARVALHO DA ROCHA- MINISTRO DAS TELECOMUNICAÇÕES E TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO (Foto: Zamba)

O ministro das Telecomunicações e Tecnologias de Informação, José Carvalho da Rocha, afirmou hoje, segunda-feira, em Luanda, que o lançamento do portal de registo online das empresas de tecnologias de Informação (TI) vai simplificar o procedimento dos processos a nível da administração pública.

JOSÉ CARVALHO DA ROCHA- MINISTRO DAS TELECOMUNICAÇÕES E TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO (Foto: Zamba)
JOSÉ CARVALHO DA ROCHA- MINISTRO DAS TELECOMUNICAÇÕES E TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO (Foto: Zamba)

Ao intervir no acto de lançamento do portal para o novo processo de registo online das empresas de Tecnologias de Informação que operam em Angola, o governante disse que este processo permitirá a redução de custos, mas também o fomento das boas práticas e a gestão dos diferentes assuntos do país.

Fez saber que Executivo angolano tem estado a desenvolver um programa que permite  ligar uma rede privativa do Governo com todos os departamentos ministeriais, onde já é possível a realização de diferentes serviços, entre os quais vídeo conferência, ligação de voz sob IP e automatização documental.

De igual modo, tem sido um suporte das novas tecnologias, como são os casos da modernização dos sistemas para o bilhete de identidade, o alvará comercial, o sistema de integração para gestão financeira do Estado, entre outros.

Na sua óptica, tudo isto tem estado a representar o esforço que o Executivo tem estado a efectivar.

Considerou que a implementação destes programa visa essencialmente a melhoria da relação entre o Governo e os cidadãos, bem como a melhoria da relação entre o Governo e as empresas.

“Hoje, as empresas são chamadas a realizarem o seu registo e esta ferramenta permitirá com que, possamos desmaterializar os processos através da internet de forma fácil, segura e sem burocracias”, sublinhou.

Em paralelo, realizou-se um workshop sobre “Desmaterialização e Automatização de Processos na Administração Pública”, num acto de promoção e divulgação das boas práticas de implementação de tecnologias de informação na Administração Pública, visando a gestão eficiente de processos de negócios que permitam não apenas a redução de custos, mas também a eficiência operacional, fomentando a agilidade e adopção de rotinas essenciais à qualquer entidade pública. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA