Pedidos de patentes em Portugal aumentam no primeiro trimestre

(tecnologia.com)
(tecnologia.com)
(tecnologia.com)

O Instituto Nacional da Propriedade Industrial  registou um aumento de 25% de pedidos de patentes no primeiro trimestre de 2015, num total de 270 pedidos.

As patentes são registos exclusivos de invenções ou ideias, durante um prazo de tempo, o que permite o desenvolvimento e produção exclusiva por parte do proprietário. Além disso, a ideia registada permanece secreta durante 18 meses, por isso a informação divulgada é limitada.

Sabemos que dos 270 pedidos de patente, 46% foram feitos por individuais, sendo que 32% foram feitos por empresas. As universidades e os institutos de investigação são responsáveis por 17% e 5%, respetivamente.

O Público divulga ainda mais informações, como quase 905 dos pedidos são de origem portuguesa, sendo que 62,6% são pedidos provisórios, enquanto 15,2% são pedidos de patentes. A continuar estes números, o INPI prevê um registo record, um aumento praticamente contínuo nos últimos anos, à exceção de 2010, o único ano onde se verificou uma redução dos pedidos. (tecnologia.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA