País descentraliza produção de dados estatísticos oficiais

MINISTRO DO PLANEAMENTO E DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL, JOB GRAÇA (Foto: Lucas Neto)

A produção de dados estatísticos oficiais, no país, passa a ser descentralizada, com a assinatura, quinta-feira, em Luanda, dos Decretos Executivos sobre os Órgãos Delegados do Instituto Nacional de Estatística (INE).

MINISTRO DO PLANEAMENTO E DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL, JOB GRAÇA (Foto: Lucas Neto)
MINISTRO DO PLANEAMENTO E DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL, JOB GRAÇA (Foto: Lucas Neto)

O documento foi oficializado num acto entre o Ministério do Planeamento e Desenvolvimento Territorial e os Órgãos Delegados do INE, integrados pelos ministérios da Educação, Saúde, Ensino Superior, Pescas e Transportes.

Completam os Órgãos Delegados do INE os ministérios da Justiça e Direitos Humanos, Hotelaria e Turismo, Agricultura, Indústria, bem como da Assistência e Reinserção Social.

Ao intervir no acto, o ministro do Planeamento e Desenvolvimento Territorial, Job Graça, afirmou que a estratégia de desenvolvimento nacional de estatística em no país, designado Angola 2015/2025 e o seu Plano de Acção 2015/2017, tem, entre outros objectivos, reforçar o quadro jurídico institucional e de coordenação do Sistema Estatístico Nacional.

No acto destaca-se as presenças do ministro de Estado e Chefe da Casa Civil do Presidente da República, Edeltrudes Costa, do ministro da Educação, Pinda Simão e do director do Instituto Nacional de Estatística Camilo Ceita. (portalangop.co.ao)

DEIXE UMA RESPOSTA