Pais de Angélico condenados a pagar indemnização

Acidente ficou a dever-se à culpa efetiva do cantor, por "circular a uma velocidade muito superior à legal" (SALOMÃO RODRIGUES/JN)
Acidente ficou a dever-se à culpa efetiva do cantor, por "circular a uma velocidade muito superior à legal" (SALOMÃO RODRIGUES/JN)
Acidente ficou a dever-se à culpa efetiva do cantor, por “circular a uma velocidade muito superior à legal” (SALOMÃO RODRIGUES/JN)

Os pais de Angélico Vieira e outros dois réus foram condenados a pagar 117 mil euros de indemnização aos pais de Hélio Filipe, vítima do acidente que também roubou a vida ao cantor.

A decisão aconteceu por via do julgamento do processo cível relacionado com o acidente mortal, que ocorreu em 2011. A sentença do Tribunal Cível de Aveiro, a que a agência Lusa teve acesso, dá como provado que o acidente ficou a dever-se à culpa efectiva do cantor, por “circular a uma velocidade muito superior à legal”.

A mãe de Angélico alegava que o acidente tinha ocorrido por causa do “mau estado” dos pneus da viatura conduzida pelo filho, que apresentavam “um sulco na banda de rodagem inferior a 1,6 milímetros, o que comprometia seriamente a fiabilidade e a segurança do veículo”. (jn.pt)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA