Nuno Melo: “As pensões não se pagam com belos discursos”

(D.R)

Nuno Melo foi bastante crítico em relação ao programa eleitoral apresentado pelo PS na corrida às legislativas.

(D.R)
(D.R)

O eurodeputado do CDS, Nuno Melo, escreveu um artigo de opinião no Diário Económico em que faz contrastar as medidas propostas pelo PS e pela coligação, numa altura em que as legislativas se aproximam.

Num tom crítico, Nuno Melo afirma que “as pensões não se pagam com belos discursos”.

No sentido de justificar os problemas na Segurança Social, o eurodeputado salienta que “existem menos cidadãos ativos, a contribuir para um número crescente de beneficiários”.

Em relação ao discurso socialista, Nuno Melo frisa que “dizer que se pagará não chega”. “Em vésperas de eleições para a escolha de deputados e formação de um futuro Governo, será justo perguntar-se como”, indica.

“A proposta do PS reduzir a taxa contributiva dos trabalhadores e ao mesmo tempo transferir 10% do Fundo de Estabilização Financeira da Segurança Social, para utilização em projetos de reabilitação urbana na área social, assente na compra de casas devolutas ou de famílias em risco de insolvência, mostra o imenso perigo e absurdo com que estamos confrontados”, refere.

Para Nuno Melo, “na Segurança Social falta dinheiro para tudo. Mas se o PS for Governo, decidirá amputar-lhe receitas e gastará cerca de 1,4 mil milhões de euros de um fundo existente para satisfazer encargos com pensões, em obras”.

“Significa que a Segurança Social, que não se financia suficientemente pelas prestações de trabalhadores e empregadores, recorrerá ainda mais ao orçamento geral do Estado”, alega e acrescenta que “teremos então os contribuintes a financiar as obras da predileção do PS”.

Não deixando de frisar no seu discurso, as ideias que considera que poderão levar o país novamente à bancarrota, termina dizendo que “o socialismo dura até terminar o dinheiro dos outros. Pena que ao menos depois do que sucedeu em 2011, os socialistas portugueses não tenham aprendido nada”. (noticiasaominuto.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA