Níger: Mais 30 corpos de imigrantes mortos de sede no Sahara

(D.R)

Genebra – Mais 30 corpos de imigrantes da África subsaariana, mortos de sede e esgotamento, foram encontrados no deserto do Níger, informou a Organização Internacional para as Migrações (OIM), que já havia anunciado segunda-feira a descoberta de 18 corpos.

(D.R)
(D.R)

A organização acredita que o primeiro grupo se perdeu em uma tempestade de areia depois de partir de Arlit em direção à Argélia.

Esses migrantes vieram do Níger, Mali, Senegal, República Centro-Africana, Libéria, Guiné e Argélia.

A OIM acredita que o grupo morreu em 3 de junho e seus corpos foram encontrados uma semana depois. O segundo grupo de 30 imigrantes, teria
morrido dias antes.

Para os migrantes, o deserto do “Saara pode ser tão mortal quanto o Mediterrâneo, mas muitas mortes são desconhecidas. Não há nenhuma
operação em andamento no Sahara”, disse o director-geral da OIM, William Lacy.

A organização estima em 100 mil o número de migrantes que cruzaram o Sahara este ano. Centenas deles podem ter morrido. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA