Neil Young diz que Trump não estava autorizado a usar música dele em lançamento de candidatura

Neil Young (Foto de TREVOR HAGAN/Reuters)
Neil Young (Foto de TREVOR HAGAN/Reuters)
Neil Young (Foto de TREVOR HAGAN/Reuters)

O roqueiro canadiano Neil Young criticou o magnata do sector imobiliário e celebridade da TV Donald Trump pelo uso de sua canção “Rockin ‘In The Free World”, quando lançou na terça-feira, em Nova York, sua campanha pela presidência dos Estados Unidos pelo Partido Republicano.

“Donald Trump não estava autorizado a usar ‘Rockin’ In The Free World’ em seu anúncio de candidatura presidencial”, disse Young, que há muito tempo vive em um rancho na Califórnia, em um comunicado.

Na declaração, Young diz que apoia o senador pelo Estado do Vermont, Bernie Sanders, um político independente e um dos liberais mais incisivos no Congresso, em sua campanha para disputar a candidatura presidencial democrata em 2016.

Uma porta-voz da campanha de Trump disse em comunicado que a equipe do bilionário pagou à Sociedade Americana de Compositores, Autores e Editores pelo direito legal de reproduzir a gravação durante o lançamento de sua campanha pela nomeação presidencial do Partido Republicano em 2016.

“No entanto, nós não a usaremos novamente – há uma grande variedade de músicas para escolher”, disse em comunicado. “Apesar dos diferentes pontos de vista políticos de Neil, o sr. Trump gosta muito de Neil.” (reuters.com)

por Alex Dobuzinskis, em Los Angeles

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA