Não há diferença na criação de filhos entre casais homossexuais e heterossexuais, diz estudo

(hypescience.com)
(hypescience.com)
(hypescience.com)

Cientistas concordam que filhos criados por casais do mesmo sexo não têm uma vida pior do que crianças com pais de sexos opostos, de acordo com um novo estudo publicado nos Estados Unidos.

A nova pesquisa, que analisou 19 mil estudos e artigos relacionados à criação por pais do mesmo sexo de 1977 a 2013, foi divulgado na semana passada, e ocorre em um momento no qual a Suprema Corte dos EUA deve decidir, até o fim deste mês, sobre a legalidade do casamento homossexual.

“O consenso é gigantesco sobre não haver diferença entre filhos que são criados por pais do mesmo sexo ou de sexos opostos”, disse Ryan Light, professor de sociologia da Universidade do Oregon, nesta terça-feira.

Light, que co-produziu o estudo junto a Jimi Adams, da Universidade do Colorado, em Denver, disse que o estudo pode ser muito tardio para influenciar a decisão da corte neste mês, mas ele espera que terá um impacto em casos futuros.

“Espero que vejamos uma aceitação do casamento gay nas cortes e pelo público em geral”, disse ele.

Os estudos, disse Light, mostraram alguma discórdia entre cientistas nos anos 1980, mas há ampla concordância nos anos 1990, com um claro consenso formado até 2000 de que não há diferença entre a criação por um casal homossexual ou por um casal heterossexual nos resultados psicológicos, comportamentais ou educacionais de uma criança.  (reuters.com)

por Shelby Sebens

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA