Moxico: Parteiras tradicionais perspectivam criação de associação

MOXICO: PARTEIRAS TRADICIONAIS TENCIONAM CRIAR SUA ASSOCIAÇÃO (Foto: Angop)

Luena – As parteiras tradicionais do Moxico perspectivam criar, no decurso do mês de Julho, uma associação que possa uniformizar e orientar as políticas de actuação obstétricas nas comunidades rurais, soube-se hoje, sexta-feira, no Luena.

MOXICO: PARTEIRAS TRADICIONAIS TENCIONAM CRIAR SUA ASSOCIAÇÃO (Foto: Angop)
MOXICO: PARTEIRAS TRADICIONAIS TENCIONAM CRIAR SUA ASSOCIAÇÃO (Foto: Angop)

De acordo com informações a que Angop teve acesso, no final de uma reunião entre a direcção da Família e Promoção da Mulher e 100 parteiras tradicionais, a criação da associação permitirá o fomento de acções de formações periódicas, união da classe e atracção de apoios.

A ausência da maioria decidiu-se a realização de um outro encontro nos próximos dias, tendo na ocasião, a representante das parteiras tradicionais, Anita Mussendeka, aconselhado que, enquanto aguarda-se pela criação da aludida agremiação, as obstetras devem actualizar os conhecimentos consultando periodicamente os mais sobre “partos limpos”, concedidos pelo Ministério da Saúde.

Ao destacar a importância dos manuais na execução de partos seguros, limpos e idóneos, a responsável disse que tal método poderá melhorar o desempenho das parteiras tradicionais.

Entre as dificuldades actualmente enfrentadas, indicou a falta de material gastável, sobretudo, luvas e desinfectantes e ambulância, uma vez que regista-se parturientes com partos complicados e hemorragias pós-parto.

A província controla 740 parteiras tradicionais, 420 das quais pertencem ao município do Moxico (sede). (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA