Moxico: Falta de especialistas dificulta funcionamento da maternidade nos Bundas

TÉCNICOS DE SAÚDE SÃO NECESSÁRIO NO MUNICÍPIO DOS BUNDAS (MOXICO) (Foto: Angop)

Lumbala-Nguimbo – A falta de cirurgiões, médicos obstetras, técnicos de hemoterapia e clínicos gerais está dificultar o normal funcionamento dos serviços da maternidade no município dos Bundas.

TÉCNICOS DE SAÚDE SÃO NECESSÁRIO NO MUNICÍPIO DOS BUNDAS (MOXICO) (Foto: Angop)
TÉCNICOS DE SAÚDE SÃO NECESSÁRIO NO MUNICÍPIO DOS BUNDAS (MOXICO) (Foto: Angop)

A informação foi avançada à Angop, hoje, terça-feira, pela directora municipal de Saúde, Margarida Ana, tendo explicado que neste momento 10 técnicos não especializados asseguram os serviços, número insuficiente para atender mais de 200 mulheres por dia.

Não obstante a falta de especialistas, a responsável afirmou que os serviços de maternidade, actualmente a funcionarem dentro do hospital municipal, necessitam de uma infraestrutura própria para responder os desafios da natalidade, assistência materno-infantil e outros serviços.

Informou que de Janeiro a Junho de 2015, 98 partos foram registados, contra 79 do mesmo período em de 2014, 76 dos quais nados vivos, além de sete nados mortos, 13 abortos e 37 partos domiciliares. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA