Moxico: Abate indiscriminado de árvores e caça furtiva preocupa autoridades

MOXICO: ABATE INDISCRIMINADO DAS ÁRVORES CAUSA DESFLORESTAÇÃO NOS BUNDAS (Foto: Angop)

Lumbala-Nguimbo – A crescente prática do abate indiscriminado de árvores para fabrico de carvão e caça furtiva para fins comerciais, por parte da população do município dos Bundas (Moxico), está a preocupar a repartição local da Agricultura.

MOXICO: ABATE INDISCRIMINADO DAS ÁRVORES CAUSA DESFLORESTAÇÃO NOS BUNDAS (Foto: Angop)
MOXICO: ABATE INDISCRIMINADO DAS ÁRVORES CAUSA DESFLORESTAÇÃO NOS BUNDAS (Foto: Angop)

A inquietação foi manifestada à Angop, hoje, terça-feira, naquela localidade, pelo director da Repartição, Canhica Lastone, precisando que mais de 40 toneladas de carvão e 30 de carne de caça são comercializados mensalmente.

O responsável sublinhou que tal prática contribui na destruição da flora e da fauna, acelerando o aquecimento global, com efeitos negativos indirectos na campanha agrícola 2015/2016.

Defendeu a presença de técnicos do Instituto de Desenvolvimento Florestal (IDF) para ajudar na fiscalização e uniformização da actividade, sem perigar a sustentabilidade ambiental. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA