Mário Soares: Cavaco não se dá “conta do ridículo a que se sujeita…”

O antigo primeiro-ministro socialista elogia as propostas do PS para as próximas eleições e crítica a atitude ‘passiva’ de Cavaco Silva.

(D.R)
(D.R)

No habitual artigo de opinião publicado à terça-feira no Diário de Notícias, Mário Soares realça as propostas feitas por António Costa para a sua candidatura a primeiro-ministro, considerando o programa eleitoral socialista como “muito bem conseguido”, fruto de uma “metodologia inovadora”.

Além das habituais críticas lançadas à coligação pelas medidas de austeridade, o antigo líder do Estado português crítica duramente a atitude ‘passiva’ e excessivamente otimista com que Cavaco Silva tem enfrentado a realidade: “O Presidente da República, cuja palavra deixou de ter qualquer influência junto dos Portugueses, continua a alimentar a esperança de vitória (…) dos partidos de coligação de direita, não se dando conta do ridículo a que se sujeita…”.

Como exemplo, Mário Soares recorre ao caso da ‘lista VIP’ para evidenciar a ‘indiferença’ do Presidente da República, acusando-o de associativismo.

“Este mesmo silêncio persiste em a inqualificável privatização da TAP e só foi quebrado recentemente na comunicação social para defender a recondução de Carlos Costa como governador do Banco de Portugal, naturalmente em defesa do governo!”, ilustra. (noticiasaominuto.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA