Maradona lança candidatura para presidência da Fifa

(Foto: Daniel Garcia/AFP/Getty Images)
(Foto:  Daniel Garcia/AFP/Getty Images)
(Foto: Daniel Garcia/AFP/Getty Images)

O ex-jogador de futebol Diego Maradona teria decidido lançar sua candidatura à presidência da Fifa. A informação foi divulgada pelo jornalista Víctor Hugo Morales, que conversou com o craque por telefone. O ídolo argentino é um dos principais críticos da federação, alvo de escândalos de corrupção que provocaram a promessa de saída do presidente da entidade, Joseph Blatter.

Segundo o jornalista, amigo de Maradona, o ex-jogador estaria disposto a disputar o cargo. “Ele me disse ‘sou candidato à presidência da Fifa’ e deu sua autorização para que tornasse pública” a informação, declarou Morales em sua conta no twitter. O jornalista uruguaio radicado em Buenos Aires também afirma que “algumas federações árabes estariam manifestando apoio há vários dias” à essa candidatura.

Maradona é um dos principais críticos da Fifa. Mas o argentino afirmou, logo após a renúncia de Blatter, que seria vice-presidente da entidade se o príncipe jordaniano Ali Bin al-Hussein fosse eleito sucessor do suíço.

O ídolo brasileiro Zico e o presidente da Federação da Libéria, Musa Bility, já anunciaram suas candidaturas para dirigir a Fifa. O príncipe Ali afirmou que não descarta a possibilidade de uma nova candidatura.

Corrupção na Fifa

Blatter foi reeleito para um quinto mandato à frente da Fifa no congresso da entidade realizado em 29 de maio em Zurique, mas prometeu deixar o cargo quatro dias depois em razão do escândalo de corrupção de balançou a federação. O episódio começou com a prisão de sete dirigentes da instituição, entre eles o brasileiro José Maria Marin, ex-presidente da CBF.

Maradona reagiu às denúncias de escândalo na Fifa. “Os mentirosos foram pegos de surpresa. Chega de mentiras e desse espectáculo montado para reeleger Blatter”, disse o argentino, logo após a prisão dos suspeitos. (rfi.fr)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA