Mais de tonelada de frangos impróprios para consumo incinerados no Burkina Faso

(D.R)
(D.R)
(D.R)

Mais de uma tonelada de frangos “impróprios para consumo”, provenientes de um país vizinho, foram apreendidos e incinerados  sábado último, em Ouagadougou, a capital do Burkina Faso, soube segunda-feira  a PANA de fonte autorizada.

Segundo o diretor de Saúde Pública Veterinária e Legislação, Adama Maïga, esses frangos  contidos em  134 caixas foram transportados por um carro intercetado pelos serviços da Alfândega.

No final de abril, mais de 160 mil ovos provenientes do Gana e suspeitos  de estar na origem da gripe aviária que grassa no Burkina Faso foram incinerados no centro-sul do país, lembre-se.

Depois de 2006, a gripe aviária voltou a aparecer no Burkina Faso no início de abril último.

Este país do Sahel, onde a economia é em grande parte baseada na agricultura e pecuária, já registou mais de 200 mil aves mortas ou abatidas e perdas estimadas em  mais de três biliões de francos CFA, desde o surto da Influenza ou gripe aviária.

O vírus H5N1 pode afetar as pessoas em contacto estreito com as aves doentes ou mortas e,
segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a epidemia  já matou mais de 400 pessoas em todo o mundo desde seu surgimento em 2003. (panapress.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA