Mais de 103 mil crianças são anualmente assistidas pelo MINARS

(Foto: Diniz Simão)
(Foto: Diniz Simão)
(Foto: Diniz Simão)

Cento e três mil e 17 crianças, até aos três anos de idade, são anualmente assistidas em 966 instituições de atendimento à primeira infância existentes no país, pelo Ministério da Reinserção Social (MINARS), no âmbito do Programa de Assistência à menores.

De acordo com um documento do ministério da Assistência e Reinserção Social a que a Angop teve acesso, segunda-feira, no quadro da visita do titular da pasta a esta província, 40 mil e 720 crianças são controladas em centros infantis e 62 mil e 297 em centros comunitários.

Segundo o relatório, as crianças são controladas por 472 educadores e dois mil 306 vigilantes que prestam serviços de educação à primeira infância, quer em termos de formação primária e especial.

Adianta ainda que as crianças beneficiárias dos serviços de educação à primeira infância, antes dos cinco anos de idade, são atendidas nas instituições de ensino do Ministério da Educação, com acompanhamento do MINARS.

No âmbito das estratégias aos cuidados da primeira infância, pretende-se aumentar a cobertura de infra-estruturas sociais que velam pelas crianças, com a recuperação, até 2020, de seis mil e 375 centros infantis comunitários, para atender mais de 637 mil e 500 menores.

Para materialização deste projecto, de acordo com o documento, o ministério precisará de gastar um bilhão 93 milhões e 880 mil Kwanzas.

Durante a visita a província da Huíla, João Baptista Kussumua constatou o funcionamento do centro infantil “Otchio”, da aldeia de crianças S.O.S e as instalações onde vai funcionar a escola técnica de formaçao de quadros sociais. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA