Líbia: Tensões após proibição a cidadãos tunisinos de se deslocarem ao país

MAPA DA LÍBIA

Tripoli – O posto transfronteiriço de Ras Jedir, comum entre a Líbia e a Tunísia, registou no sábado um clima de tensão e fúria de vários jovens em Ben Guerdane depois de a parte tunisina ter decidido impedir os tunisinos de se deslocar à Líbia, na sequência do rapto de vários cidadãos neste país exposto à insegurança.

MAPA DA LÍBIA
MAPA DA LÍBIA

Vários jovens afirmaram que a decisão do ministro dos Negócios Estrangeiros da Tunísia, Taieb Baccouche, relativa ao encerramento da Embaixada da Tunísia em Tripoli e instar todos os tunisinos a deixar o território líbio constituí uma má decisão e terá consequências devastadoras sobre o comércio e o movimento económico, bem como o número crescente de desempregados no país, noticiaram este domingo vários jornais líbios citando a imprensa tunisina.

A Tunísia apelou aos seus cidadãos para deixar a Líbia e regressar ao país e anunciou o encerramento do seu Consulado na capital, Tripoli, após a libertação dos diplomatas tunisinos raptados por um grupo armado pertencente às forças de Fajr Libya.

As autoridades tunisinas libertaram, quinta-feira última, o líder da operação Fajr Libya, Walid al-Gleib, cuja detenção na Tunísia provocou o rapto dos cidadãos tunisinos e 10 membros do Consulado da Tunísia em Tripoli por formações armadas que pediram a sua libertação em troca dos tunisinos sequestrados. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA