Kerry teme volta à Guerra Fria após reforço de arsenal russo

Secretário Americano de Estado, John Kerry (D.R)
Secretário Americano de Estado, John Kerry (D.R)
Secretário Americano de Estado, John Kerry (D.R)

O secretário americano de Estado, John Kerry, disse nesta terça-feira que teme um retorno à Guerra Fria, após o anúncio do presidente Vladimir Putin sobre o reforço do arsenal russo em resposta ao projeto de Washington de instalar armas pesadas na Europa oriental.

“É claro que isto me preocupa”, disse o chefe da diplomacia americana a jornalistas acreditados no departamento de Estado, por videoconferência a partir de sua residência em Boston, onde se recupera de uma fratura de fêmur.

“Temos o acordo START”, recordou Kerry em referência ao pacto de desarmamento concluído em 1991 entre Estados Unidos e a então União Soviética.

“Conhecemos uma enorme cooperação nos anos 90 em matéria de destruição de armas nucleares que se encontravam nos antigos territórios da União Soviética, e ninguém deseja dar marcha a ré. Ninguém deseja, acredito, voltar ao status da Guerra Fria”.

Pouco antes, Putin havia anunciado: “este ano, mais de 40 novos mísseis balísticos intercontinentais, capazes de resistir aos sistemas de defesa antiaérea mais sofisticados, serão mobilizados nas forças nucleares russas”.

“Se alguém ameaça algum de nossos territórios, (…) temos de orientar nossas forças armadas e nossas forças de ataque modernas nesses territórios para a ameaça que se aproxima. É a Otan que chega a nossas fronteiras e não nós que nos movemos para lado algum”.

O secretário-geral da Otan, Jens Stoltenberg, reagiu afirmando que as declarações de Putin fazem parte de um perigoso padrão de comportamento de Moscou. “Este ruído de sabres nuclear da Rússia é injustificado, desestabilizador e perigoso”.

As relações entre Estados Unidos e Rússia estão em seu pior momento desde o fim da Guerra Fria devido ao conflito na Ucrânia, mas os dois países mantêm o diálogo e Kerry se reuniu com Putin em maio, em Moscou. (swissinfo.ch)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA