João Oliveira: “Muitas promessas do PS não verão a luz do dia”

(D.R)

Líder parlamentar do PCP rejeita qualquer possibilidade de compromisso com o PS, a que chama “partido da troika”.

(D.R)
(D.R)

Numa entrevista concedida ao Expresso, o líder parlamentar o PCP apelidou o PSD, CDS e PS de “partidos da troika”, que fazem a “política de direita, que é a origem dos problemas do país”.

Os três maiores partidos com assento parlamentar são, por isso, encarados por João Oliveira como “adversários” da CDU. Mas não só: também o “conformismo” é visto como oponente, uma vez que “se traduz na abstenção e as ilusões em relação a outras intenções de voto”.

“Das propostas dos três partidos só há uma conclusão”, frisou o comunista: “se as pessoas votarem nos partidos da troika, continuarão a ter políticas da troika”.

Já em relação ao Partido Socialista, com o qual o PCP afasta qualquer possibilidade de compromisso, João Oliveira é perentório: “muitas promessas eleitorais não verão a luz do dia depois das eleições”, uma vez que “há um conjunto de premissas às quais o PS não respondeu. E não havendo respostas essas promessas não serão respeitadas nem cumpridas”. (noticiasaominuto.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA