Incêndio perto de Kiev está circunscrito (Vídeo)

(euronews.com)
(euronews.com)
(euronews.com)

O incêndio que continua a lavrar num depósito de combustível de Kiev está agora circunscrito. O balanço provisório é de pelo menos cinco mortos, dos quais três bombeiros, vítimas de uma explosão enquanto combatiam as chamas. Há mais de dez pessoas hospitalizadas, das quais pelo menos três com queimaduras na ordem dos 90%. Este é já considerado o maior incêndio dos últimos 50 anos na Ucrânia.

As autoridades privilegiam a pista da negligência: “Há duas pistas possíveis, a do fogo posto e a da negligência. Inclinamo-nos, em 90%, para a segunda”, diz o ministro ucraniano do Interior, Arsen Avakov.

“Há quatro aldeias perto da zona do acidente. Cerca de 800 pessoas vivem aqui. Mesmo se as equipas de emergência dizem que não há perigo para os residentes, muita gente já começou a sair”, conta a correspondente da euronews em Kiev, Maria Korenyuk.

A poluição resultante do acidente ameaça agora a capital. Pior ainda é a situação dos habitantes da zona, que foi, em parte, evacuada: “Não temos medo, mas há pessoas que têm e que estão a ir-se embora”, diz uma residente. Conta outro habitante: “Vieram autocarros buscar pessoas. Esperaram que as pessoas arrumassem os pertences e os passaportes e foram-se embora. Eram, sobretudo, mulheres e crianças”.

O incêndio está a ser combatido por 72 unidades de bombeiros, com a ajuda de três comboios carregados de água e material. A população está a mobilizar-se, com o envio de ajuda, sobretudo água e leite, para os bombeiros.

“Há duas pistas possíveis: A do fogo posto e a da negligência. Inclinamo-nos, em 90%, para a segunda.” (euronews.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA