Huíla: Ministro Kussumua destaca processo de desminagem

João Baptista Kussumua - Ministro da Assistência e Reinserção Social (Foto: Pedro Parente)
João Baptista Kussumua - Ministro da Assistência e Reinserção Social (Foto: Pedro Parente)
João Baptista Kussumua – Ministro da Assistência e Reinserção Social (Foto: Pedro Parente)

O processo desminagem em curso no país permitiu a remoção e destruição de diversos engenhos explosivos e, consequentemente, o desenvolvimento das comunidades, considerou hoje, segunda-feira, na cidade do Lubango (Huíla), o ministro angolano da Assistência e Reinserção Social, João Baptista Kussumua.

Intervindo num encontro sobre o programa do executivo para a primeira infância, realizado no âmbito da sua visita de dois dias à província da Huíla, o governante disse que o processo de desminagem permitiu ainda a reposição da rede de estradas nacionais, secundárias e terciárias, dos aeroportos, fábricas e outras infra-estruturas sociais e económicas.

Sem revelar o número de áreas clarificadas e de minas destruídas no país, o ministro explicou que a desminagem proporciona condições para programas de desenvolvimento a curto, médio e longo prazo.

Fruto da desminagem, enfatizou, regista-se a livre circulação de pessoas e bens no território nacional.

Durante a sua visita de dois dias, João Baptista Kussumua vai constatar o funcionamento do centro infantil (Otchio), aldeia de criança S.O.S, as instalações onde vai funcionar a escola técnica de formação de quadros sociais, entre outras dependências do seu sector.

O titular da pasta da Assistência e Reinserção Social vai deslocar-se ao município da Chibia, para inspeccionar os centros infantis comunitários e testemunhar ao lançamento da campanha de registo gratuito. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA