Huíla: Ministro apela famílias angolanas para mais esforços no cuidar das crianças

JOÃO BAPTISTA KUSSUMUA - MINISTRO DA ASSISTÊNCIA E REINSERÇÃO SOCIAL (Foto: Saturnino Tomas)

Chibia, – O ministro da Assistência e Reinserção Social, João Baptista Kussumua, apelou, terça-feira, no município da Chibia, provínciia da Huíla, às famílias angolanas a redobrarem esforços no cuidar, proteger e educar as crianças, visando o seu crescimento saudável e contribuir para o desenvolvimento de África e de Angola, em particular.

JOÃO BAPTISTA KUSSUMUA - MINISTRO DA ASSISTÊNCIA E REINSERÇÃO SOCIAL (Foto: Saturnino Tomas)
JOÃO BAPTISTA KUSSUMUA – MINISTRO DA ASSISTÊNCIA E REINSERÇÃO SOCIAL (Foto: Saturnino Tomas)

O governante, que falava naquela circunscrição, situada a 42 quilómetros do Lubango, no acto central nacional alusivo ao Dia da Criança Africana, assinalado a 16 de Junho, sob o lema “Protecção da criança, compromisso nacional”, considerou que “isto deve ser feito no quadro dos valores ético-morais e culturas do país”.

O ministro afirmou que “a infância é uma categoria da história, uma vez que só existe história humana porque o homem passa por esta fase, pelo que convém valorizar a importância deste período da vida e considerar que, desde logo, a criança é uma cidadã em pleno direito, em relação aos adultos”.

Assegurou que a família, a sociedade e o Estado estão empenhados, cada vez mais, na materialização de todas as acções que concorrem para garantir a plena satisfação das suas necessidades, tendo em conta os princípios estabelecidos pelas carta africana da criança, baseados na sua sobrevivência, desenvolvimento, protecção, indiscriminação e participação.

Aproveitou a ocasião para, em nome do Presidente da República, José Eduardo dos Santos, felicitar as crianças da Huíla, em representação de todas outras espalhadas pelo país, em alusão à efeméride

Durante a cerimónia foram realizadas diversas actividades com caris desportivo e cultural com a apresentação de hóquei em patins, ginástica, bem como danças tradicionais, passagem de modelo, música e outras. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA