Governo e Renamo chegam a acordo sobre despartidarização da Administração Pública

(VOA)
(VOA)
(VOA)

O Governo e a Renamo chegaram a hoje a um consenso sobre a despartidarização da Administração Pública depois de mais de 100 rondas de negociações. Depois de recuos e avanços, as duas partes prometeram assinar o acordo na próxima sexta-feira, 19, seguindo o documento depois para a Assembleia da República, onde deverá ser apreciado e votado.

Para o padre Filipe Couto, um dos mediadores do diálogo, o consenso alcançado revela que as duas partes podem chegar a entendimento sem interferências de terceiros.

Entretanto, o jornalista e analista Alexandre Chiure considera que este entendimento poderá revelar novos ares para o diálogo, após o extremar de posições da Renamo durante a recente reunião do Conselho Nacional decorrido na Beira.

No final desta ronda, o Governo manifestou a vontade de enquadrar os 35 oficiais do partido da oposição, que integrava a força de observadores de paz, EMOCHN, nas Forças de Defesa e Segurança.

Por sua vez, a Renamo defende o aquartelamento dos mesmos em Satungira, distrito da Gorongosa, província de Sofala. (voa.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA