Governo chinês concede ajuda financeira “confidencial” a economia angolana

(Foto: EPA)
(Foto: EPA)
(Foto: EPA)

Desde 2003 que Pequim concedeu empréstimos financeiros a Luanda no valor 17,7 mil milhões de euros. China recebe metade da produção diária de petróleo angolano.

A China vai ajudar Angola a ultrapassar a presente conjuntura financeira, resultado da queda do preço do petróleo, tendo sido ontem assinados múltiplos acordos bilaterais pelos presidentes Xi Jinping e José Eduardo dos Santos, que se encontra de visita a Pequim.

O anúncio foi feito pelo diretor dos Assuntos Africanos do ministério dos Negócios Estrangeiros, Lin Songtian, aos jornalistas que se encontram na capital chinesa a acompanhar a deslocação do presidente angolano. “Por enquanto vamos tratar isso como uma questão confidencial”, indicou Lin Songtian, citado pela Lusa. O diplomata especificou que “o presidente Xi Jinping e o primeiro-ministro Li Keqiang” garantiram que a China “vai ajudar Angola a superar as dificuldades (…) e a diversificar a sua economia”.

As dificuldades de Angola podem avaliar-se pelo valor dos empréstimos que o país pretende contrair ainda em 2015, que é de 25 mil milhões de dólares (22,1 mil milhões de euros). Deste valor, boa parte estará consagrada nos acordos rubricados em Pequim sob a forma de linhas de crédito, disse à Bloomberg um analista financeiro. O mesmo indicou que outra parte poderá provir do Brasil. (dn.pt)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA