Georges Chikoti envia mensagem pela morte de centenas de ganenses vítimas da chuva

MINISTRO DAS RELAÇÕES EXTERIORES, GEORGES CHIKOTI, CONSTERNADO COM MORTE DE MAIS DE CEM GANENSES (Foto: Pedro Parente)

O chefe da diplomacia angolana, Georges Chikoti, enviou hoje condolências à ministra dos Negócios Estrangeiros e Integração Regional da República do Ghana, Hanna Tetteh, pela morte de mais de cem pessoas, vítimas das chuvas torrenciais do início de Junho.

MINISTRO DAS RELAÇÕES EXTERIORES, GEORGES CHIKOTI, CONSTERNADO COM MORTE DE MAIS DE CEM GANENSES (Foto: Pedro Parente)
MINISTRO DAS RELAÇÕES EXTERIORES, GEORGES CHIKOTI, CONSTERNADO COM MORTE DE MAIS DE CEM GANENSES (Foto: Pedro Parente)

Informações da embaixada de Angola no Ghana, enviadas à Angop, referem que os temporais provocaram fortes inundações e um incêndio de grandes proporções na circular Kwame Nkrumah, das mais movimentadas áreas de Accra, capital, o que motivou aquele elevado número de vítimas.

Em memória às pessoas que pereceram, foi realizado na casa Civil do Presidente da Repúbica, um culto ecuménico, com a presença do Corpo Diplomáico, e decretados três dias de luto no país, refere uma nota de Imprensa da embaixada de Angola no Ghana.

As mesmas informações mencionam que, na sequência dos acontecimentos, o vice-presidente da República do Ghana, Kwesi Amissah-Arthur, anunciou esta semana que o governo está desenvolver medidas de prevenção, convindo evitar catástrofes como a ocorrida no início do mês.

Dentre as medidas consta a drenagem das principais valas de escoamento das águas da chuva para o mar, assim como maior controlo por parte da prefeitura de Accra para evitar construções anárquicas da população em locais impróprios.

Centenas de trabalhadores que se encontravam na área do incidente, para proteger-se da chuva, procuraram abrigo junto a uma farmácia defronte ao posto de abastecimento, tendo morrido após a explosão deste. (portalangop.co.ao)

DEIXE UMA RESPOSTA