Futebol: Pelé quer “gente honesta” na FIFA após renúncia de Blatter

PELE ANTIGO JOGADOR DE FUTEBOL (Foto: Lino Guimarães)

Havana – O antigo jogador da selecção brasileira, Edson Arantes do Nascimento “Pelé”, pediu nesta terça-feira, em Havana (Cuba), “gente honesta” para limpar a imagem do futebol mundial, após a renúncia do recém-reeleito presidente da Federação Internacional da modalidade (FIFA), o suíço Joseph Blatter.

PELE ANTIGO JOGADOR DE FUTEBOL (Foto: Lino Guimarães)
PELE ANTIGO JOGADOR DE FUTEBOL (Foto: Lino Guimarães)

Ao falar a imprensa durante a partida amistosa entre o Cosmos de Nova York e a selecção cubana, em Havana, o rei do futebol disse que a Fifa precisa mudar após os escândalos de corrupção que abalaram a instituição.

Pelé, que havia apoiado Blatter logo após a sua reeleição, na sexta-feira, destacou que o escândalo abala todo o futebol mundial.

“Todo mundo pergunta por Joseph Blatter (…) e todos estão surpresos, mas não com Blatter mais sim com a Fifa” – lamentou.

“A minha posição é a de um jogador, quero ver um futebol que una as pessoas e pare as guerras. Esta é a minha posição. O que aconteceu com corrupção não é meu problema”.

“É um momento importante para a Fifa, a Fifa precisa mudar agora e avançar. A instituição enfrenta um período crítico e deve limpar sua imagem”, opinou Pelé.

“Penso que tudo muda na vida. O futebol muda, a vida muda. O mais importante é ter gente honesta. Para organizar qualquer coisa você precisa de gente boa”.

O rei assistiu em Havana a histórica partida de sua antiga equipa contra a seleção cubana, na primeira visita à Ilha de uma formação desportiva profissional americano em 16 anos. O Cosmos venceu por 4-1. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA