França celebra a chegada do verão com a Festa da Música

O grupo Moriarty, na Festa da Música de Bruxelas, em 21 de junho de 2011. (Flickr/Creative Commons)
O grupo Moriarty, na Festa da Música de Bruxelas, em 21 de junho de 2011. (Flickr/Creative Commons)
O grupo Moriarty, na Festa da Música de Bruxelas, em 21 de junho de 2011.
(Flickr/Creative Commons)

C’est parti: começa neste domingo (21) o verão no Hemisfério Norte e os europeus saem às ruas para celebrar a chegada da estação com a Festa da Música. A França realiza a 34a edição do evento que esse ano tem como tema “Viver a Música Juntos”. Concertos, shows e performances de todos os estilos são realizados durante todo o dia e a noite ao ar livre no país inteiro.

Mais de 120 países e 700 cidades em todo o mundo realizam a Festa da Música. Ela surgiu na França, idealizada nos anos 70 pelo músico norte-americano Joel Cohen e colocada em prática desde 1982 – uma iniciativa do ex-ministro da Cultura Jack Lang. A partir de 1985, quando foi estabelecido o Ano Europeu da Música, ela começou a ultrapassar as fronteiras do Velho Continente.

O evento tem por objetivo a confraternização e a promoção da música. Artistas e grupos, profissionais ou amadores, são convidados a se apresentar gratuitamente ao ar livre, em salas de espetáculos ou em espaços culturais. Muitas ruas são fechadas para as apresentações, tornando as cidades em grandes festas populares.

Todos os estilos musicais

Paris tem uma extensa programação para todos os gostos musicais. A plataforma de música online Deezer promove mais de 10 horas de shows ao vivo na praça da República, centro da capital, onde cerca de 50 mil pessoas são esperadas. Skip the Use, La Fine Equipe, Josef Salvat, Marina Kaye, Zara Larsson, ALB, Tha Trickaz, Kwabs, Georgio e Jeanne Added passam hoje pelos palcos do evento.

O jornal Libération traz em sua edição de fim de semana uma lista dos melhores shows e concertos por distrito na capital. Entre os destaques, está a cantora de MPB Flávia Coelho, que se apresenta às 20h na Praça do 11 de Novembro de 1918, em Malakoff, na periferia da capital.

Indie rock

Entre os destaques, também figura o Ricard Live Music, na Praça Denfert-Rochereau, no 14° distrito, onde se apresentam Isaac Delusion, Smokey Joe & the Kid e os indies da banda Fuzeta.

Já a Maison de la Radio, no 16° distrito recebe FFS, o grupo formado pelos escoceses do Fraz Ferdinand e os roqueiros californianos do Sparks. Também se apresentam no local o francês Benjamin Biolay e a cantora de soul inglesa ALA.NI.

Fanfarra e coral

No centro de Paris, o pop britânico dá o tom no Centro Cultural Irlandês, no 5° distrito. Passam pelo local The Young Folk e o duo Zoe Conway e John McIntyre. A noite promete terminar animada sob os acordes da fanfarra Booka Brass Band.

Em Montmartre, no norte da capital, mais de 300 cantores se reúnem para um gigantesco coral. O pop funk dos Funky Frogs e o jazz do Amalgam completam a diversidade musical que promete balançar a rue do Mont-Cenis.

Os jardins o Palais-Royal do museu do Louvre recebem o trompetista Ibrahim Maalouf, que propõe uma improvisação colectiva gigante. Todos os músicos, profissionais ou amadores, serão convidados a subir no palco e tocar com o artista.

O programa completo pode ser conferido no site da Festa da Música(rfi.fr)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA