Esposa de ministro israelita pede desculpas após piada racista sobre Obama

(AFP)
(AFP)
(AFP)

A esposa do ministro do Interior de Israel, Silvan Shalom, publicou neste domingo uma “piada inapropriada” sobre o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, em sua conta no Twitter, antes de apagá-la e pedir desculpas.

“Vocês sabem como é o café Obama? Preto e fraco”, escreveu Judy Shalom Nir-Mozes a seus 74.400 seguidores no Twitter.

Não precisou de muito tempo até que uma onda de indignação e críticas online surgisse em torno do tuíte em questão.

“Apresento minhas desculpas, foi uma piada idiota que alguém me contou”, escreveu ela, em inglês, em sua conta @JudyMozes.

“Presidente Obama, eu não deveria ter retransmitido esta piada inapropriada”, ela insistiu em uma mensagem dirigida directamente ao presidente norte-americano. “Eu amo as pessoas independentemente de raça ou religião”.

“Sinto muito se machuquei alguém. Espero continuar casada quando meu marido desembarcar e souber o que eu fiz”, ela continuou.

Seu marido, membro do partido Likud, do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu, também é o ministro responsável pelas relações com os Estados Unidos, aliados estratégicos de Israel.

Nir-Mozes, que herdou a franqueza da família Mozes – proprietária do popular jornal Yediot Aharonot. Ela apresenta um programa semanal de rádio e participa vários programas de televisão.

Ela publica nas redes sociais comentários e críticas sobre uma série de questões sociais e políticas, incluindo críticas a personalidades da esquerda nas quais ela vê falta de patriotismo, assim como sobre Netanyahu. (afp.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA