Egipto: Mursi vê confirmada pena de morte (vídeo)

(DR)
(DR)
(DR)

Um tribunal do Egito confirmou nesta terça-feira a condenação à pena de morte do presidente deposto Mohammed Mursi por atos violentos e por fugir da prisão em 2011.

O tribunal, que já havia condenado Mursi e mais de cem pessoas à morte em maio passado, confirmou a sentença após consulta ao grande Mufti do Egito, autoridade religiosa a quem o governo concede um papel consultivo. O veredicto pode ser revertido no Tribunal de Apelações do país.

“Este é um primeiro veredicto, tanto o presidente deposto Mohamed Mursi como a Irmandade Muçulmana podem recorrer da sentença”.

Além de Mursi, foram condenados à morte outros três líderes de seu partido político, a Irmandade Muçulmana. As acusações incluem o assassinato e o sequestro de policias, assim como a fuga da prisão.

Mursi foi o primeiro presidente eleito democraticamente no Egito após a queda do ditador Hosni Mubarak, em 2011. Em 2013, tornou-se alvo de grandes protestos e foi deposto por um golpe militar encabeçado pelo ex-comandante e atual presidente, Abdel Fattah al-Sisi.
O enviado da Euronews reporta: “A decisão deste tribunal determina uma parte significativa das especulações em torno do destino do ex-presidente e dos líderes da Irmandade Muçulmana, mas a implementação ou as modificações dessas disposições continuam dependentes de uma evolução política e jurídica a que o Egito não deixa de estar sujeito”. (euronews.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA