Dom Francisco Jaca pede aos devotos de Santo António a seguirem seu exemplo

Dom António Francisco Jaca (ANGOP)
Dom António Francisco Jaca (ANGOP)
Dom António Francisco Jaca (ANGOP)

O Bispo da Diocese de Caxito, Dom António Francisco Jaca, pediu sábado na paróquia do santuário de Kifangondo, município de Cacuaco, em Luanda, aos devotos de Santo António no sentido de seguirem o seu exemplo.

Segundo o Bispo, os devotos ao Santo António devem ser leitores e meditadores frequentes da Bíblia, amantes da eucaristia e da santidade do matrimónio que ensina a unidade e a indissolubilidade dos cônjuges.

Acrescentou que as obras de caridade para com os pobres, viúvas, abandonados, bem como os que sofrem no corpo e no espírito e a contribuição do dizimo devem ser observados e praticados pelo antoninos.

A humildade, piedade, inteligência no domínio de línguas, bem como os atributos de cada cristão ser sal e luz no meio dos irmãos fazem parte dos devotos de Santo António de Lisboa, também conhecido como de Pádua Itália, onde fez o milagre dos peixes que se calaram quando estava em turbulência na presença do santo António.

Sob o lema “ com o Santo António reavivamos a nossa fé em Cristo”, a missa campal contou com a presença de peregrinos das províncias do Bengo e de Luanda, bem como de missionários provenientes de Portugal e da Itália.

Santo António ou António de Lisboa, também conhecido como Santo António de Pádua, de sobrenome incerto mas baptizado como Fernando, foi um Doutor da Igreja que viveu na viragem dos séculos XII e XIII, nasceu aos 15 de Agosto de 1195, Lisboa, Portugal e faleceu aos 13 de Junho de 1231, Pádua, Itália. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA