Cunene: Assistência as comunidades afectada pela seca constitui desafio do Minars

(D.R)

De acordo com o responsável, em declarações à Angop, em relação a assistência e promoção social a província vive uma situação de seca, originária das poucas chuvas registadas nos seis municípios da província, que causou fraca ou mesmo nula colheita de produtos agrícolas das famílias e a escassez de água e pasto.

(D.R)
(D.R)

Fez saber que de Janeiro a Maio deste ano, receberam do Ministério de tutela, 60 toneladas de feijão e 41.136 de conserva de peixe, bem adquiriram 305 toneladas de milho em grão, numa acção do governo local.

Mateus Ndilipupiu salientou a necessidade de maior inclusão dos vários actores públicos e privados para o reforço do processo assistencial das comunidades mais carentes.

No quadro de apoio social, disse terem assistido nos primeiros cinco meses duas mil e 193 famílias e 16.262 idosos controlados com 4.693 toneladas de bens alimentares através das administrações municipais.

Dentro do mesmo programa, prestou-se assistência a 46 famílias sinistradas por incêndios com a atribuição de mil 350 chapas de zinco, enquanto que no âmbito da melhoria das condições habitacionais da famílias vulneráveis foram distribuídas 3.270 chapas, beneficiando outras 109 famílias.

Com relação a atribuição de meios de locomoção e ajuda técnica, referiu que o processo beneficiou sete pessoas portadoras de deficiências com a atribuição de triciclos manuais e 27 outras com canadianas. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA