Cuanza Norte: Munícipes louvam iniciativa do Governo de requalificar a cidade do Dondo

Cuanza Norte : Panorámica da Cidade do Dondo (ANGOP)
Cuanza Norte : Panorámica da Cidade do Dondo (ANGOP)
Cuanza Norte : Panorámica da Cidade do Dondo (ANGOP)

Alguns citadinos do Dondo, município de Cambambe, Cuanza Norte, manifestaram-se, sábado, satisfeitos com a iniciativa do governo de requalificar a localidade, elevando deste modo o nível de vida dos cidadãos.

Em entrevista à Angop foram unânimes ao louvaram os esforços do governo que visa a melhoria da imagem da sede municipal de Cambambe, resultando isto, igualmente, na melhoria das condições sociais dos populares.

Tal acto foi referido por Manuel Sebastião Pascoal, morador do Dondo, que disse que a requalificação da cidade chegou em boa altura, porque vai melhorar a sua imagem e proporcionar excelência na convivência social.

Para si, além de melhorar o aspecto físico da urbe vai conferir dignidade aos seus habitantes e atrair mais visitantes, ávidos em conhecer o potencial turístico e económico do município e, desta forma, corresponder ao estatuto de cidade que lhe é conferido.

Indicou o surgimento de novos espaços verdes e a revitalização dos já existentes, a colocação do novo tapete asfáltico, bem como a instalação da nova rede de iluminação pública, como as principais acções que contribuíram para a melhoria da imagem da cidade.

O mesmo recordou o anterior aspecto desolador da cidade, caracterizada pelas ruas esburacadas, debilidades no abastecimento de energia, nos serviços de educação e saúde, que agora é uma realidade do passado, fruto do trabalho de requalificação da urbe, traduzido na construção e reabilitação de escolas, bem como a melhoria no atendimento médico, constituindo-se assim em motivo de orgulho dos seus habitantes,.

Por sua vez o munícipe, José Canjata, residente no Dondo há 37, disse que o estado actual da cidade representa um estímulo para quem nela vive, ao mesmo tempo que atrai para si novos habitantes, resultando no surgimento de novas áreas habitacionais.

Salientou ainda que é necessário que os munícipes colaborem com as autoridades administrativas na preservação dos equipamentos que o governo está a colocar à disposição das populações.

Augurou a melhoria do abastecimento de água potável e o melhoramento do saneamento básico como acções que irão contribuir ainda mais para a melhoria da qualidade de vida dos habitantes.

Igualmente Gerson Cordeiro, um outro munícipe do Dondo, considera que a a implementação de outros serviços, como os bancários, a melhoria da rede hoteleira são, entre outras, acções complementares às obras de requalificação, em curso no centro da cidade e bairros periféricos.

Reconheceu que todas essas acções visam promover essencialmente o bem- estar das populações.

O processo de requalificação da cidade do Dondo, cuja primeira fase teve início em 2009, envolve a recuperação das vias estruturantes do centro da urbe, bairros periféricos bem como a implantação de novas redes de distribuição de água e energia, requalificação dos espaços verdes e do sistema de iluminação pública.

Dondo é a sede do município de Cambambe, que tem uma população estimada em 88 mil e 951 habitantes, e está localizado a 74 quilómetros a sul de Ndalatando, capital da província do Cuanza Norte. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA