Coreia do Sul realiza missão empresarial em Angola

ALBINO MALUNGO - EMBAIXADOR DE ANGOLA NA COREIA DO SUL (Foto: Geraldo Quiala)

Seul – Uma missão empresarial da Coreia do Sul será realizada em Angola, nos próximos tempos, visando investir ou expandir os negócios dos grupos económicos sul-coreanos no país, anunciou o presidente da Federação das Indústrias Coreanas (FKI), Huh Chang-soo.

ALBINO MALUNGO - EMBAIXADOR DE ANGOLA NA COREIA DO SUL (Foto: Geraldo Quiala)
ALBINO MALUNGO – EMBAIXADOR DE ANGOLA NA COREIA DO SUL (Foto: Geraldo Quiala)

O responsável falou durante um encontro com o embaixador de Angola na Coreia, Albino Malungo, destinado a solicitar o apoio da representação diplomática angolana para o êxito da referida missão empresarial.

Por seu turno, o embaixador Albino Malungo anunciou a realização, ainda este ano, de um fórum de Negócios com Empresários sul-coreanos, visando o incremento das transações comerciais entre os dois países.

O diplomata e o presidente da Federação das Industrias Coreanas reuniram a margem de um Fórum de Investimentos, realizado no âmbito das celebrações do Dia de África, assinalado no dia 25 de Maio.

Cerca de 150 pessoas, incluindo diplomatas africanos, membros do governo e líderes empresariais sul-coreanos, participaram no referido fórum, organizado pelo ministro dos Negócios Estrangeiros, Yun Byung-se, e pelo presidente da FKI, Huh Chang-soo, que é também o presidente da GS Holdings, um dos maiores grupos económicos deste país.

No evento, o ministro dos Negócios Estrangeiros garantiu apoio as empresas sul-coreanas interessadas em investir em países africanos com o potencial de Angola, através deste fórum e da partilha de dados políticos e económicos, acumulados pelas embaixadas coreanas no continente.

O ministro Yun Byung-se prometeu ainda aumentar a comunicação de alto nível e as reuniões de consulta política regulares, para reforçar as relações da Coreia do Sul com os países africanos.

Como parte desse compromisso, o governante disse que a Presidente Park Geun-hye tem na sua agenda um périplo pelo continente africano.

A Coreia do Sul, que também viveu sob um regime colonial, emergiu da pobreza causada pela Guerra da Coreia de 1950 a 1953 e se tornou numa das economias mais fortes da Ásia e do mundo. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA