Carolina do Sul vai banir bandeira da confederação

(DR)
(DR)
(DR)

Muitas empresas norte-americanas responderam à emoção despertada pela matança de Charleston e recusam comercializar produtos com a bandeira da confederação sob a qual o jovem agressor, de 21 anos, posou na internet antes do massacre de nove pessoas.

O pedido do governador para a retirada deste símbolo do edifício do parlamento local na capital, Columbia, foi igualmente recebido com apoio, mesmo em Washington.

Na sequência do tiroteio na igreja metodista, o senado estadual da Carolina do Sul foi mais longe e apresentou um projeto para remover o símbolo da confederação de todos os monumentos públicos. (euronews.com)
.

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA