Brasil vai anunciar nos EUA que desmatamento ilegal acabará nos próximos dez anos

(AP)
(AP)
(AP)

O Brasil vai anunciar, nesta terça-feira, 30, o fim do desmatamento ilegal nos próximos dez anos. A antecipação da meta pública do governo brasileiro será feita durante o encontro dos presidentes Dilma Rousseff e Barack Obama, no comunicado conjunto a ser feito na Casa Branca.

Neste encontro, o Brasil pretende antecipar também alguns pontos do plano de contribuição voluntária para conter o aquecimento global. A expectativa era de que essas contribuições fossem informadas apenas em outubro, quando os países vão apresentar suas reduções voluntárias.

Marcada para dezembro em Paris, a Conferência do Clima, chamada de COP 21, está sendo considerada a última chance de um acordo global com chances reais de evitar o caos climático. Para isso, todos os governos do planeta devem declarar seu compromisso voluntário de redução de CO2 a partir de 2020. A meta é que não se ultrapasse nos próximos anos uma elevação da temperatura em dois graus.

De acordo com uma fonte, na reunião desta terça-feira, os Estados Unidos também pretendem fazer um importante anúncio com compromissos do seu país em relação ao controle de emissão de carbono.

Segundo o jornal O Estado de S. Paulo apurou, os dois presidentes vão se juntar para tratar do acordo de Paris, que é um objetivo de ambos, por considerarem que há um interesse estratégico em estarem juntos nas soluções. Haverá também um reconhecimento na declaração a ser feita entre os dois países que o Brasil reduziu suas emissões de carbono. (Estadão Conteúdo)

por Tânia Monteiro

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA