Bié: Primeiro secretário do MPLA avalia situação social e económica das populações no Longuli

(Bandeira do MPLA)

Andulo – O primeiro secretário municipal do MPLA no Andulo (Bié), Moisés Américo Capapelo Cachipaco, trabalhou nesta terça-feira, na localidade de Longuli, a 75 quilómetros da sede da vila, onde entre vários assuntos avaliou o estado social e económico dos habitantes da região, bem como a manutenção da coesão no seio dos militantes.

(Bandeira do MPLA)
(Bandeira do MPLA)

Em declarações à Angop, à margem do encontro político de massas, Moisés Cachipaco disse ser importante a permanente ligação entre a população e os militantes para que estes possam contribuir para a resolução das principais dificuldades.

Referiu ainda que, por este motivo, o partido ouscultou com atenção todas as preocupações, nesta deslocação, tendo prometido leva-las às instâncias superiores no sentido de as solucionar, o mais rápido possível.

Disse possuir garantias do governo em relação a existência, em carteira, de um programa para que nos próximos tempos a localidade de Longunli venha a beneficiar de infraestruturas integradas, sendo uma escola com cinco salas de aulas, um posto de saúde, residências para técnicos e pontos de água.

O político referiu que o governo do MPLA tem vindo a erguer, há cerca de dois anos, infraestruturas integradas em todas as localidades do Andulo, com vista a diminuir as distâncias percorridas pelas populações em busca de assistência sanitária, bem como outros serviços sociais.

Apelou para o efeito a conservação dos bens, tendo ainda convidado a comunidades para não acatar os maus conselhos de alguns políticos que, mesmo sabendo das dificuldades financeiras que o país enfrenta, incitam as populações para vandalizarem os bens públicos.

Pediu igualmente a coesão dos militantes, bem como transmitir as políticas que o partido tem para com o povo rumo aos próximos desafios.  (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA