Bié: Novas unidades hospitalares melhoram atendimento às populações

BLOCO OPERATÓRIO DO HOSPITAL MUNICIPAL DE CATABOLA (Foto: Bartolomeu Do Nascimento)

Cuito – A construção de novas unidades hospitalares, durante os 13 anos de paz, permitiu a melhoria da assistência médica e medicamentosa nas comunidades, mormente na redução substancial das mortes por doenças no seio das famílias.

BLOCO OPERATÓRIO DO HOSPITAL MUNICIPAL DE CATABOLA (Foto: Bartolomeu Do Nascimento)
BLOCO OPERATÓRIO DO HOSPITAL MUNICIPAL DE CATABOLA (Foto: Bartolomeu Do Nascimento)

De acordo com o relatório da Direcção Provincial da Saúde na região, a que a Angop teve acesso, nesta terça-feira, durante o período em causa, o governo da província colocou à disposição das populações 71 novas unidades com serviços de partos, das 172 existentes.

Quanto ao quadro de pessoal, o sector passou de mil e 889 trabalhadores, em 2002, para três mil e 958, em 2015 (médicos, enfermeiros e funcionários administrativos), que tudo continuam a fazer no sentido de garantir assistência digna às populações.

Para os serviços de luta contra a Sida, na província do Bié, realiza-se a testagem do VIH/Sida em 130 unidades hospitalares, entre hospitais e Centros de Aconselhamento e Testagem Voluntária (CATV), onde, além de fármacos, os pacientes recebem igualmente apoio psicológico e social.

Com o intuito de propiciar uma assistência digna às pessoas portadoras da sida, o governo do Bié aprovou, este ano, o plano de acção anual do comité provincial de luta contra o VIH/Sida.

O plano abrange acções de combate ao estigma da pessoa com a Sida, o reforço das campanhas de sensibilização sobre a doença, estimular os sectores sociais, igrejas e sobas no combate à doença, entre outras actividades. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA