Bié: Governo da província projecta construção de novas escolas do ensino especial

Governo da Província do Bié (Foto: Leonardo Castro)
Governo da Província do Bié (Foto: Leonardo Castro)
Governo da Província do Bié (Foto: Leonardo Castro)

O Governo da província do Bié prevê construir, entre 2015 e 2016, novas escolas do ensino especial nos municípios do interior, para que as crianças portadoras de deficiências físicas e motoras possam estudar próximo das suas famílias, em vez de se deslocarem à cidade do Cuito.

A informação foi avançada hoje,terça-feira, pelo governador do Bié, Álvaro Manuel de Boavida Neto, no âmbito de uma visita efectuada à escola especial do Cuito, a única da província, actividade enquadrada no Dia 16 de Junho, consagrado à Criança Africana.

Disse que as autoridades locais estão a estudar mecanismos para expandir o ensino especial na província, para permitir que mais crianças com problemas psicossomáticos aprendam e, futuramente, contribuam no processo de desenvolvimento da região e do país.

Para salvaguardar a qualidade do ensino especial, segundo Álvaro Manuel de Boavida Neto, o governo local irá capacitar os professores ligado à área do ensino especial.

Na província do Bié existe apenas uma escola de ensino especial, que conta com cinco salas de aulas equipadas, com capacidade para albergar 360 alunos, em dois turnos.

A escola foi construída pela empresa Esso/Angola, em 2011, no quadro da cooperação existente entre a petrolífera e o Governo angolano.

A instituição funciona com 20 professores, capacitados para atenderem menores com perturbações mentais, visuais e auditivas. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA