Banco Africano de Desenvolvimento quer mobilizar recursos para programas

(Foto: D.R.)
(Foto: D.R.)
(Foto: D.R.)

Missão de supervisão que se encontra em Luanda até ao dia 26 de Junho vai manter vários encontros com altos funcionários de diversos departamentos ministeriais que compõem o Executivo angolano.

secretário de Estado do Tesouro, Leonel da Silva, recebeu na segunda-feira (15), em Luanda, uma delegação do Banco Africano de Desenvolvimento (BAD), no âmbito das relações de cooperação e apoio ao sector dos transportes.

A visita desta missão, em linha com o plano nacional de desenvolvimento do Executivo, tem como objectivo, apoiar o Governo angolano na mobilização de recursos financeiros adicionais no mercado internacional, bem como auxiliar o programa de diversificação da economia e a avaliação dos progressos realizados na implementação dos programas de apoio às reformas ligadas as infra-estrutura, investimentos, comércio, e gestão de investimento público.

No âmbito do programa de assistência técnica, a missão de supervisão que se encontra no país até ao dia 26 de Junho, vai manter igualmente encontros de trabalho com altos funcionários dos Ministérios das Finanças, Transportes, Planeamento e Desenvolvimento Territorial, Comércio, Trabalho, Agricultura, Economia, bem como empresários do sector público e privado.

No âmbito das parcerias existentes entre esta instituição e o Governo angolano, no ano passado decorreu, em Luanda, um workshop promovido pelo Banco Africano de Desenvolvimento.

Uma das temáticas deste encontro fora exactamente a agenda de desenvolvimento das infra-estruturas angolanas – Como pode o Banco de Desenvolvimento Africano (BAD) ser fundamental para a sua transformação.

Na ocasião, a delegação do BAD, composta por vários quadros seniores, foi integrada por Septime Martin, representante permanente do BAD em Angola, Alex Rugamba, director do departamento de Energia, Ambiente e Mudanças Climáticas e Humphrey Richard, especialista principal do sector de Energia, estes dois últimos fixados na Tunísia.

Formação

Já no quadro da estratégia de melhoria do preparo técnico dos gestores públicos, o Ministério das Finanças realizou na quarta-feira (17) um seminário sobre  os temas «A qualidade da despesa pública» e « Lei da responsabilidade fiscal, que foram apresentados por especialistas nacionais e estrangeiros. O mesmo é dirigido para os secretários gerais dos órgãos centrais.

Este seminário decorreu no Instituto de Formação de Finanças Públicas (INFORFIP), localizado na rua direita de Cacuaco – ex-Casa Pia, bairro dos Imbondeiros – junto a torre de água da Epal, em Luanda. (jornaldeeconomia.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA