Alliance Française de Luanda realiza 4ª edição da Festa da Música

(D.R)

A quarta edição da Festa da Música, um evento cultural de recriação, lazer e confraternização de rua, promovido pela Aliance Française de Luanda (AFL), realiza-se, a 20 de Junho, na capital angolana, anuncia a referida instituição, através de uma nota oficial dirigida hoje (terça-feira), à Angop.

(D.R)
(D.R)

De acordo com o comunicado, a actividade tem lugar na “Praça da Família”, junto ao Largo da Independência, no Distrito Urbano do Rangel, bairro da Vila Alice, a partir das 17 horas, e vai decorrer sob o lema “faça música, festeja a música, no respeito, na paz e na harmonia”.

Para a esta quarta edição, além dos músicos nacionais do projecto  Kamutupu, Ndaka yo Wini e outros, vão actuar no espectáculo o cantor congolês democrata residente em França, Papa Noel, ele que fez parte do grupo do famoso guitarrista Francó, que será acompanhado pela banda Rumba Accorddén.

A Festa da Música foi criada na França, em 21 de Junho de 1982, data do solstício de verão com a noite mais curta do ano, o que propiciou a realização de uma actividade cultural que terminou no dia seguinte. Deste então, acontece anualmente em várias cidades do mundo nos cinco continentes.

Esta grande manifestação popular é aberta a todos os participantes, amadores e profissionais, e permite a divulgação de todos os géneros musicais nos espaços públicos, com a participação de jovens talentos e músicos consagrados, e é organizada pela AFL desde 2012, em sintonia com as diversas cidades do mundo.

Esta iniciativa que nos últimos anos tem lugar em Luanda, faz parte de uma tradição francesa iniciada nos anos oitenta, em Paris (França), que realiza-se também em outras cidades capitais, seguindo-se a primeira Festa da Musica, decorrida na também chamada “Cidade Luz”.

Na primeira edição, realizada num dos espaços da Ilha de Luanda, contou com a presença dos artistas franceses Alan Braxe e DJ Demon, enquanto que na segunda, participou o trompetista francês de jazz Mederic Collignon, que veio a Angola em 2013.

Em 2014, foram convidados vários artistas angolanos, entre famosos, novos talentos e amadores, com destaque para presença do cantor Yuri da Cunha, que animou a sessão com outros colegas, como os membros do Café Negro, “Vozes de Angola”, entre outros elementos que apresentaram números de capoeira e declamações. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA