Aliados da CiU de Artur Mas abandonam governo catalão

Artur Mas é o presidente da Generalitat da Catalunha (D.R)
Artur Mas é o presidente da Generalitat da Catalunha (D.R)
Artur Mas é o presidente da Generalitat da Catalunha (D.R)

Os três conselheiros da União Democrática da Catalunha decidiram abandonar o governo autónomo catalão depois de o partido rejeitar o ultimato da Convergência Democrática da Catalunha.

A UDC tem sido até hoje garante da estabilidade da coligação Convergência e União (CiU) no Parlamento catalão e no espanhol, assim como de acordos a nível municipal. Deixam agora os seus cargos a vice-presidente da Generalitat Joana Ortega, o conselheiro de Interior, Ramón Espadaler e o conselheiro de Agricultura, Josep María Pelegrí. Acaba assim uma união de quase 37 anos entre os partidos CDC e UDC.

“Não houve margem de negociação”, explicou ontem o secretário-geral de UDC, Ramón Espadaler, depois do comité político da União. E reconheceu que com esta medida “há um antes e um depois” nas relações entre ambos parceiros.Os conselheiros já comunicaram a sua decisão ao presidente do governo autónomo da Catalunha, Artur Mas, que deve agora formalizar a saída. (dn.pt)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA