Alegado terrorista paquistanês detido no aeroporto de Roma

Suspeito desembarcou de um voo proveniente de Islamabad, capital do Paquistão, e é suspeito de ter hospedado em Roma, e depois em Olbia (Sardenha) (D.R)

Detenção do terrorista foi feita na quinta-feira numa operação conjunta das polícias antiterroristas de Roma e Sassari.

Suspeito desembarcou de um voo proveniente de Islamabad, capital do Paquistão, e é suspeito de ter hospedado em Roma, e depois em Olbia (Sardenha) (D.R)
Suspeito desembarcou de um voo proveniente de Islamabad, capital do Paquistão, e é suspeito de ter hospedado em Roma, e depois em Olbia (Sardenha) (D.R)

Um paquistanês acusado de associação terrorista e de ser um dos autores do atentado mortal em Peshawar, no Paquistão, em 2009, foi detido no aeroporto de Roma, anunciou hoje a polícia italiana.

A detenção do presumível terrorista, imigrante instalado na Itália, foi feita na quinta-feira numa operação conjunta das polícias antiterroristas de Roma e de Sassari (Sardenha) e em colaboração com a polícia de fronteiras, segundo a agência noticiosa AFP.

Este homem desembarcou de um voo proveniente de Islamabad, capital do Paquistão, e é suspeito de ter hospedado em Roma, e depois em Olbia (Sardenha), um dos seus cúmplices, “um presumível ‘kamikaze’ que tinha sido designado para cometer um atentado em território italiano”,segundo um comunicado da polícia de Sassari, que coordenou a investigação.

Em abril, no âmbito desta investigação, a polícia italiana desmantelou uma rede de islamitas com base na Sardenha, que incluía dois antigos guarda-costas de Ossama Bin Laden, suspeitos de planearem um atentado contra o Vaticano em 2010 e também de participarem num dos ataques mais mortais do Paquistão, no mercado de Peshawar em 2009.

Os mandados de prisão foram emitidos contra 18 pessoas, algumas suspeitas de participarem em atividades islâmicas no Paquistão. (dn.pt)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA