África do Sul: Presidente em Exercício da UA defende esforços para melhor uso dos recursos naturais

Robert Mugabe (Foto: Bishop Arare/EPA)
Robert Mugabe (Foto: Bishop Arare/EPA)
Robert Mugabe (Foto: Bishop Arare/EPA)

O presidente em exercício da União Africana (UA), Robert Mugabe defendeu hoje, domingo, em Joanesburgo, África do Sul, a mobilização de esforços conjuntos por parte dos líderes africanos para melhor uso dos recursos naturais dos estados africanos.

Discursando na Cimeira Ordinária de Chefes de Estado e de Governo da União Africana, onde Angola se faz presente com uma delegação chefiada pelo seu ministro da Defesa, João Lourenço, em representação do Presidente José Eduardo dos Santos o líder zimbabweano, Robert Mugabe, frisou os esforços nesta mobilização que “permitirão alavancar as transformações sociais e econômicas dos países de África”.

“Nós precisamos de industrializar a matéria prima por formas a nos beneficiarmos e darmos um valor acrescido aos nossos recursos naturais para sairmos da exportação de matérias primas”, destacou Robert Mugabe.

Por outro lado, relativamente a estabilidade e segurança em algumas partes do continente africano, Robert Mugabe disse que está claramente demonstrado que há necessidade da União Africana operacionalizar por completo a Força Africana em Estado de Alerta e consequentemente a sua capacidade de desdobramento rápido em caso de necessidade.

A Força Africana em Estado de Alerta, órgão criado sob os auspícios da União Africana(UA), como encarnação viva e concentrada dos exércitos da região central de África,deve cumprir eficazmente os seus objectivos, fundamentados na participação em missões de apoio e manutenção de paz em África e é integrada por militares dos diferentes Estados,estando subdividida em seis unidades, por igual número de regiões a que foi repartido o continente.

Fazem parte da Força Africana em Estado de Alerta pela parte da região central de África, Angola, RDCongo, Rwanda, Burindi, Guiné-Equatorial, Congo-Brazzaville, Gabão, SãoTomé e Princípe, Tchad, RCA.

A cimeira de líderes africanos prossegue os seus trabalhos nesta segunda-feira. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA