África do Sul Novas regras de entrada de menores para evitar tráfico de pessoas

(D.R)

Os pais com filhos abaixo dos 18 anos só serão autorizados, a partir de hoje, a entrar e sair da África com uma certidão narrativa completa dos menores ou uma procuração, disse o embaixador moçambicano na África do Sul.

(D.R)
(D.R)

Fernando Fazenda afirmou, em declarações ao Notícias, diário de maior circulação em Moçambique, que a medida decorre de uma decisão do Governo sul-africano, visando estancar o tráfico de menores.

“A medida é positiva na medida em que tudo está sendo feito para fechar todos os espaços ou caminhos do tráfico de crianças. Isso é benéfico, porque é uma ação, em concreto, para combater este fenómeno”, afirmou o diplomata.

Apesar de reconhecer o mérito da decisão, o embaixador moçambicano na África do Sul alertou para a escassez de tempo nos casos de emergência médica, tendo em conta a morosidade com que se obtém uma certidão narrativa completa ou uma procuração em Moçambique.

“A África do Sul é um país soberano e temos de respeitar as suas leis”, afirmou o embaixador.

Moçambique tem sido apontado por estudos internacionais e internos como um ponto de partida e de trânsito do tráfico de pessoas, incluindo menores, para a África do Sul, a maior economia da África Austral. (noticiasaominuto.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA