Administrador da Ingombota apela colaboração da população na campanha contra raiva

CÃES VADIOS (FOTO: LINO GUIMARAES)

O administrador da Ingombota, em Luanda, Lobato Neto, apelou a colaboração dos munícipes levando os seus animais domésticos para serem vacinados a partir de sexta-feira, nos diferentes bairros no âmbito da campanha de vacinação anti-rabica.

CÃES VADIOS (FOTO: LINO GUIMARAES)
CÃES VADIOS (FOTO: LINO GUIMARAES)

O responsável, em declarações à Angop, garantiu que estão criadas as condições técnicas e logísticas para o início da campanha em 18 pontos a serem montados nas comunas da Ilha do Cabo, Ingombota (sede), Kinanga, Maculusso e Patrice Lumumba, com caracter permanente.

Os  postos serão colocados nos sectores da Ponta, Salga, Lello e Chicala, Nazaré, Cruzeiro, Boa Vista,  Liga Africana, e no largo da LAC. Foram ainda selecionados os postos na administração local da Ingombota (sede), largos do Baleizão, Serpa Pinto e Ingombota, bem como da Praia do Bispo, Bairro Azul, Chicala-2 e administração da Kinanga.

A vacinação massiva de cães é o método que permite interromper o ciclo de transmissão da doença e é a via mais económica, com um custo dez vezes inferior do que o tratamento profilático nos humanos.

A raiva é um problema de saúde pública em Angola. Desde a altura em que se implementou o Plano Nacional de Contingência e Emergência Contra a Raiva, em 2007, até a presente data foram notificados mil e 398 casos no país e Luanda é a província mais afectada, com 520 casos.

Para o êxito da campanha, as autoridades sanitárias solicitam a colaboração da população, levando o seu animal à vacinação, ou ajudar na captura de cães vadios. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA